Pilinszky János: Poesia (Költemény in Portuguese)

Portre of Pilinszky János

Költemény (Hungarian)

Nem föld a föld.
Nem szám a szám.
Nem betű a betű.
Nem mondat a mondat.

Isten az Isten.
Virág a virág.
Daganat a daganat.
Tél a tél.
Gyűjtőtábor a körülhatárolt
bizonytalan formájú terület.



Uploaded byP. T.
Source of the quotationhttp://mek.niif.hu

Poesia (Portuguese)

Não é terra a terra.
Não é número o número.
Não é letra a letra.
Não é frase a frase.

É Deus Deus.
É flor a flor.
É tumor o tumor.
É Inverno o Inverno.
É campo de concentração o circunscrito
espaço de forma incerta.



Uploaded byP. T.
PublisherÂncora Editora, Lisboa
Source of the quotationAntologia da Poesia Húngara

minimap